Gamificação: tendência para engajar colaboradores

Gamificação: tendência para engajar colaboradores

A pesquisa Newzoo de 2018 apontou que o Brasil é o maior país da América Latina em número de jogadores de games, sendo o 13º maior mercado no ranking global, com faturamento de US$ 1,5 bilhão em 2018.

Isso mostra o quanto essa tendência é forte e conquista cada vez mais pessoas – inclusive as empresas. Para aproveitar essa febre, as equipes de RH, junto com a comunicação interna, estão implementando ações de gamificação com os colaboradores como estratégia para aumentar o engajamento nas organizações.

Essa tendência começou a se desenhar ainda na década de 1990. Uma matéria do Meio e Mensagem explica que o Lego Serious Play, jogo que aplica os conhecimentos obtidos com crianças no processo de desenvolvimento dos colaboradores, surgiu nessa época.

A reportagem também cita uma pesquisa da consultoria americana Talent LMS, que apontou que 80% dos profissionais sentem-se mais engajados e produtivos ao utilizar metodologias que envolvam algum nível de gamificação. Portanto, não é surpreendente o fato de que o Lego Serious Play, assim como outros jogos que usam a mesma estratégia, tenham se expandido para diversas empresas, que começaram a utilizá-lo como uma nova forma de construir dinâmicas corporativas.

Porém, antes de aplicar ações de gamificação, digital ou não, a comunicação interna deve identificar o problema que quer atacar e definir o objetivo para o qual essa metodologia será aplicada. Essa meta pode ser reforçar os valores organizacionais, treinar os colaboradores e desenvolver suas competências, entre outros. Para incentivar a participação, uma dica é elaborar premiações como forma de recompensa – essa é sempre uma motivação para os participantes.

Tais ações trazem diversos benefícios à empresa e a seus colaboradores, como a quebra de barreiras culturais, educacionais, sociais e hierárquicas; a estimulação de algumas competências, como liderança e criatividade; e a promoção da sinergia entre as áreas da empresa.

Gostou deste artigo? Então, curta nossas páginas no Facebook e no LinkedIn.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *