A tendência dos podcasts nas organizações

O podcast não é novidade. Mas, ele ganha cada vez mais força, inclusive nas empresas. Em 2019, seu consumo cresceu 67% no Brasil, de acordo com uma pesquisa recente realizada pelo serviço de streaming de áudio Deezer.

Esse crescimento foi alavancado ainda mais neste ano, principalmente durante o distanciamento social. Uma pesquisa da Global Web Index apontou que, em abril deste ano, momento em que boa parte da população mundial estava em isolamento, o consumo de podcasts cresceu 18% em âmbito global (leia mais aqui).

Impulsionadas pela necessidade de explorar novos formatos de comunicação com seus públicos, as empresas estão com seus esforços totalmente voltados ao digital (leia mais aqui). E isso, somado à abertura das pessoas para experimentar novas formas de adquirir informações, favoreceu a adesão das companhias aos podcasts corporativos.

Nas organizações, o público pode ser tanto o interno quanto o externo, sendo que o principal objetivo é divulgar as boas práticas da empresa e reforçar seu conhecimento, abordando, nos podcasts, temas relevantes do mercado.

Uma das grandes vantagens do podcasts é que ele é dinâmico, ou seja, é possível escutá-lo enquanto se realiza atividades rotineiras. Além disso, ele gera uma proximidade e demanda menos atenção do público (diferente dos vídeos). Ao adotar essa ferramenta, a comunicação incrementa a estratégia omnichannel da organização.

Gostou deste artigo? Então, curta nossas páginas no Facebook e no LinkedIn.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *